Monitores de Grau Médico: podemos substituir por monitores caseiros no centro cirúrgico?

É muito comum surgir a dúvida se podemos utilizar monitores caseiros dentro da sala cirúrgica. Principalmente porque esses monitores e os Monitores de Grau Médico possuem características semelhantes e aparentam ter a mesma finalidade. No entanto, é sempre bom ficar atento às configurações e especificações dos equipamentos, que em muitos casos, não são os mais indicados para procedimentos cirúrgicos.

De acordo com as normas NBR ABNT IEC 60601, que descrevem a zona do paciente ou área do paciente, esse ambiente deve ter apenas equipamentos eletromédicos que garantam a segurança do paciente, da equipe cirúrgica e do procedimento.

Ainda assim, é possível encontrar tecnologias de monitores caseiros em determinadas ocasiões, como por exemplo em uma sala cirúrgica que possui segunda e/ou terceira tela e servem para dar suporte às equipes de apoio (enfermagem, equipe de anestesia, entre outras).

O recomendado é que a engenharia clínica da instituição, a equipe de qualidade e até mesmo os órgãos fiscalizadores participem do processo de escolha desse equipamento e possam opinar ou endossar uma decisão para trazer mais segurança à sala cirúrgica, já que as normas são sempre interpretativas.

Ao contrário das tecnologias caseiras, os Monitores de Grau Médico possuem padrões e especificações próprias, que garantem a segurança e a qualidade das imagens exibidas para o cirurgião e toda equipe cirúrgica.

Além disso, esses equipamentos são protegidos contra interferências eletromagnéticas, que podem alterar o desempenho e danificar o equipamento, e também têm um ângulo de visão de 178°, permitindo que todos na sala cirúrgica visualizem a mesma tonalidade de cor independentemente de onde estejam (longe, de frente ou ao lado do monitor).

Outra vantagem do Monitor de Grau Médico é a sua capacidade de diferenciar pequenas nuances de tons de vermelho, construindo uma imagem mais fiel às tonalidades de cores intracorpóreas. Assim, o médico-cirurgião pode tomar as melhores decisões durante os procedimentos e gerar resultados cada vez mais assertivos.

Não restam dúvidas que os Monitores de Grau Médico fazem toda diferença durante os procedimentos minimamente invasivos. Além de serem certificados e recomendados para o uso em ambiente médico-hospitalar, eles oferecem mais qualidade, precisão e segurança para médicos e pacientes. Por isso, eles são as melhores escolhas para o centro cirúrgico.

O que falta para você investir em um Monitor de Grau Médico?

Curtiu?

Conheça um pouco mais sobre os nossos Monitores de Grau Médico aqui.

Tem alguma sugestão de artigo? Manda pra gente: marketing@confiancemedical.com.br

#PorUmMundoSemCicatriz